Fiscalização do CRECI/SC atua forte contra o exercício ilegal da profissão

29 de Outubro de 2019

Entre os meses de agosto e setembro, a Fiscalização do CRECI/SC lavrou 210 Autos de Constatação de Exercício Ilegal da Profissão, sendo 189 para pessoas físicas e 21 para pessoas jurídicas. O número é expressivo, principalmente por conta da grande quantidade de empresas que foram flagradas exercendo a atividade imobiliária de forma ilegal.

Além dos flagrantes de exercício ilegal, outros números também chamam a atenção. Ao todo foram feitas 4.143 diligências, que geraram 3.172 Autos de Constatação, 864 Autos de Notificação e 104 Autos de Infração.

Dentre as infrações, merece destaque os 34 casos de auxílio ao exercício ilegal da profissão, ou seja, quando um Corretor de Imóveis permite que uma pessoa não qualificada e inscrita no CRECI/SC exerça a profissão. Também tivemos 18 casos de Corretores de Imóveis que anunciaram imóveis sem o Registro de Incorporação, o que é proibido por lei.

Cabe ressaltar também que estes números contaram com a participação efetiva da comunidade e dos profissionais devidamente inscritos e que trabalham de forma legal. Foram atendidas 55 denúncias, a grande maioria sobre o exercício ilegal da profissão.

Para a Diretora de Fiscalização do CRECI/SC, Shaiane Graeff Terebinto, “a participação da comunidade é muito importante. Os resultados demonstram que estamos atendendo a um anseio das pessoas, que cobram uma ação mais efetiva sobre os contraventores que contaminam nossa profissão”.

As denúncias sobre exercício ilegal da profissão ou irregularidades cometidas por Corretores de Imóveis podem ser encaminhadas para o seguinte e-mail: denuncia@creci-sc.gov.br

Horário de funcionamento na sede: de segunda a sexta, das 9h às 18h.

Fúlvio Aducci, 1214, 10° andar. Estreito - Florianópolis/SC - 88075-001

(48) 3203-9200

FALE CONOSCO